Página/ Investimentos

Universo Bem Me Quer

2007 – Foram utilizados cartazes, banners e adesivos, posicionados em pontos estratégicos do Parque do Peão. Contou com o patrocínio de empresas que abraçaram a causa e consideram de alta relevância a preocupação com a responsabilidade que cada um tem em conservar o ambiente que vive. São elas: Grupo JBS, Gera Arte Comunicação Visual e Fisc (Fundo de Investimento Social e Cultural Coopercitrus/Credicitrus). Participaram cerca de 100 pessoas entre agentes ambientais, fiscais e varredores. O resultado de sucesso é notório com o recolhimento de 15 toneladas de material reciclável e cerca de 1 milhão de pessoas conscientizadas.

2008 – O Universo Bem Me Quer Compromisso com o Planeta atuou na 53ª Festa do Peão de Barretos, com apoio do grupo Os Independentes, Grupo JBS, GeraArte e Senac. Foram beneficiados 60 agentes ambientais com treinamentos oferecidos pelo Senac, uniforme, alimentação, água, local para descanso e kit de higiene pessoal. A renda de R$ 24 mil foi distribuída aos agentes ambientais que atuaram na coleta sob a fiscalização do ICDH.

2009 – O projeto alcançou maturidade, ampliando consideravelmente a atuação e os benefícios sociais e ambientais. O projeto cria uma verdadeira rede de sustentabilidade protegendo não só o meio ambiente, mas conscientizando e desenvolvendo a qualidade de vida de quem participa através da implantação da coleta seletiva na Cerbel Barretos Distribuidora de Bebidas S/A; atuação no Desfile Fashion da Casa de Santa Clara e nas Festas Franciscana, do Caminhoneiro e da Unidade, Noite da Viola, Black or White em Bebedouro; além da atuação na Feira do Quitute em Jaboticabal e nas Festas do Peão de Guairá, Olímpia, Guaraci, Pitangueiras, Jaboticabal, Paulínia e Barretos. Resultado: 66 toneladas de material recolhido, atuação de 314 agentes ambientais e quase 1 milhão de pessoas conscientizadas.

2010 – O Projeto Universo Bem Me Quer Compromisso com o Planeta esteve presente nas festas de diversas cidades. Transformou catadores em agentes ambientais treinados e capacitados, coletou toneladas de lixo e conscietizou  centenas pessoas.

2011 – O Universo Bem Me Quer Compromisso com o Planeta está conquistando o país. Visitou 21 cidades, 8 estados e 2 países. O resultado é um sucesso: 760 catadores transformados em agentes ambientais com autoestima e dignidade resgatados, centenas de toneladas de material reciclável coletada e 3 milhões de pessoas conscientizadas.

Projeto Abrace Essa Ação

Evento solidário realizado anualmente, em comemoração ao Dia das Crianças. É promovido pelo ICDH com o apoio de empresas locais e do trabalho voluntário de profissionais ligados às organizações participantes. Em quatro edições o projeto Abrace já beneficiou 6.220 crianças atendidas por instituições sociais e escolas da rede pública da cidade.

2006 – A primeira edição do projeto Abrace foi realizada em 8 de outubro de 2006, no Itapoã Clube, em Bebedouro. Foram beneficiadas 1.080 crianças, de 5 a 12 anos, de quatro escolas municipais, da Casa de Santa Clara e do Educandário Santo Antônio, de Bebedouro e do projeto Raio de Luz, de Taquaral.

2007 – A segunda edição do Abrace aconteceu em 9 de dezembro de 2007, na Emeb “Professor Lellis do Amaral Campos”. O evento reuniu para almoço familiar cerca de 800 pessoas, entre crianças matriculadas na escola, irmãos até 10 anos e pais.

2008 – Em 19 de outubro, no Educandário Santo Antonio, o Abrace foi realizado em comemoração ao Dia das Crianças. Ao todo, foram beneficiadas 1.500 crianças atendidas pelo Educandário, Casa de Santa Clara, Creche, Ceprobem e escolas: Paulo Rezende, João Pereira Pinho e Lellis do Amaral.

2009– Marcou a parceria com a escola Espaço Livre através da sensibilização de alunos que atuaram como voluntários em benefício às crianças de escolas públicas. As crianças ganharam hambúrguer, batata frita, churrasco, pipoca, algodão doce, refrigerante, água e sorvete, além de brinquedos, bolas plásticas e livros infantis (1,5 mil doados pelo projeto Idéia Fixa). O projeto Abrace contou com as seguintes oficinas de recreação e lazer:

  • Esporte: futebol, vôlei e queima;
  • Cultura: contadores de histórias e soletrando;
  • Jogos: xadrez, lig4, trunfo, uno e equilíbrio;
  • Brinquedos infláveis: pula-pula, escorregador, cama elástica e piscina de bolinha;
  • Pintura facial;
  • Cuidados pessoais: corte de cabelo, maquiagem, penteado e unhas artísticas;
  • Sala de música;
  • Sala de artes: pintura livre, confecção de bilboquê de garrafa PET e modelagem em massinha;
  • Brincadeira: boca do palhaço e pesca;
  • Sala de estética: massagem e limpeza faciais;
  • Peça teatral (Oficina do Abrace);
  • Tenda de primeiros socorros.

2010 – Em 24 de outubro foi realizada a 6ª edição do Projeto Abrace na Escola Espaço Livre, cerca de 1,1 mil crianças da Rede Municipal de Ensino de Bebedouro foram beneficiadas e atendidas por aproximadamente 400 voluntários.

2011 –  No dia 23 de outubrofoi realizada a sétima edição do Projeto Abrace, um dia especial feito com muita alegria que proporcionou brincadeira e diversão para 1600 crianças, com idades entre 6 e 10 anos, das escolas: Paulo Rezende, João Pereira Pinho, Lellis do Amaral, Maria Fernando Piffer, Augusto Vieira e Yolanda Carolina, além das instituições ArtSol e Casa de Santa de Clara, de Bebedouro (SP).

Projeto Educar

Investir na área da educação e no acesso ao conhecimento é o caminho para o desenvolvimento humano da comunidade. O Projeto Educar, do ICDH, oferece bolsas de estudo para o Ensino Médio e Superior, Pós-graduação; MBA e apoio de custo para material didático.

2007 – O projeto Educar teve início logo com a fundação do ICDH, em maio de 2007. Os investimentos realizados naquele ano foram com 14 bolsas de estudo concedidas a estudantes de cursos de graduação e três profissionais em cursos de pós-graduação.

2008 – O ICDH ofereceu bolsa de estudo a 12 alunos dos cursos de Administração de Empresas, Sistemas de Informação e Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda. Também ofereceu 12 bolsas para cursos de pós-graduação em Controladoria e Finanças, Gestão Financeira e Controladoria e Auditoria.

2009 – O investimento total foi de R$ 21.297,06. O projeto Educar do ICDH ofereceu bolsas a 11 alunos do curso de Administração, Sistema de Informação e Pedagogia, duas bolsas de MBA em Controladoria e Finanças e Pós-graduação em Gestão Financeira, além de duas bolsas para o Ensino Médio e material de didático.

2010 – O investimento foi de R$ 37.104,52 e 21 pessoas foram beneficiadas com bolsas de estudos nos cursos de graduação de Administração, Sistemas de Informação e Pedagogia, 1 bolsa de MBA em Controladoria e Finanças e 1 bolsa de Pós-graduação em Gestão Financeira.

2011 – O ICDH ofereceu bolsa de estudo para 14 alunos.

Mãos à Obra

O projeto Mãos à Obra tem a oferecer apoio às instituições sociais, a fim de contribuir com o fortalecimento e autonomia. Agrega voluntários e membros de instituições no apoio de diversas ações. Desde a fundação, o ICDH já beneficiou dezenas de entidades dos mais variados segmentos através de diferentes ações.

2008 – Para a Casa de Santa Clara, o projeto ofereceu apoio mensal para qualificação de mão de obra; para evento Outono Solidário Fashion; colaboração à Campanha Chocolates de Santa Clara; Patrocínio da Campanha dos Panetones de Santa Clara. O apoio oferecido ao Ceprobem constituiu-se na implantação do projeto de educação física, na comemoração da páscoa e na doação de alimentos. O ICDH apoiou também os Meninos Cantores, para disponibilização de monitores. Para a Apae, o instituto ofereceu apoio à Oficina de Artes, ao evento Porco no Rolete e doação de alimentos. O instituto apoiou também a realização da Marcha do Perdão e doou alimentos à Custódia Franciscana do Sagrado Coração de Jesus. Já para o Educandário Santo Antônio, o instituto ofereceu apoio à reforma das quadras poliesportivas e doação de alimentos.

2009 – Foram contempladas oito entidades: Casa de Santa Clara, Meninos cantores, Ceprobem, Artsol, ADB, Apae e Educandário. Investimento total de R$ 45.925,00 somente no ano passado.

2010 – Foram contempladas sete entidades: Casa de Santa Clara, Artsol, Projeto Alexandria, ADB, AMO, Creche Lourenço Santin, Recanto São Vicente de Paulo. Investimento total de R$ 69.407,00.

2011 – Foram contempladas nove entidades: Casa de Santa Clara, ADB, Apae, ArtSol, Creche Lourenço Santin, Recanto São Vicente de Paulo, Casa de São Sião. Aproximadamente1,2mil pessoas foram beneficiadas. Investimento de R$ 63.000,00 somente no ano de 2011.

Na Mão Certa

O ICDH realiza palestras e workshops periodicamente para aplicação das cartilhas aos colaboradores da empresa, além de promover ações, como colagem de adesivos do Programa na Frota e campanhas. Florescer sorrisos, tocar corações e distribuir felicidade são ações que demandam responsabilidade!

O Projeto Na Mão Certa tem como objetivo combater a exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias brasileiras. É iniciativa do Instituto WCF Brasil ( World Childhood Foundation ), com apoio da OIT (Organização Internacional do Trabalho) e da Unicef, Fundo das Nações Unidas para a Infância. Ao assinar o Pacto Empresarial Contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas Rodovias Brasileiras, a Cerbel passou a ser a primeira revendedora de bebidas a atuar no programa, ao lado de empresas como Petrobrás, CPFL, Syngenta e Volvo. Com isso, o ICDH passou a buscar parcerias para divulgar as ações do programa.

2008 – O ICDH apoiou o Fórum de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes de Bebedouro, reunindo 600 pessoas. Também realizou encontros para lançamento das cartilhas do projeto para conscientização dos caminhoneiros e adesivos em todos os caminhões da frota da Cerbel e Armazém da Cerveja. Na Festa do Peão de Barretos, o ICDH distribuiu material de divulgação da campanha.

2009 – O projeto atingiu 3.500 caminhoneiros com investimento de R$ 215 mil. O ICDH levou o programa para mais de 50 municípios contabilizando cerca de 3,5 milhões km rodados ao longo do ano. Nossos resultados são frutos de parcerias com empresa e colaboração de pessoas empenhadas em promover a sustentabilidade de nossas comunidades.

2010 – O projeto conscientizou dois mil caminhoneiros, através das seguintes ações: participação em seis encontros e fóruns de formação e preparação, em São Paulo; troca de adesivos em caminhões; participação no Dia Nacional do Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes com palestra e carreata em 18 de maio; palestra para professores com o tema “Navegando com Segurança; apresentação de cartilhas para colaboradores da Cerbel ao longo do ano.

2011 – O projeto participou do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Também esteve presente na SIPAT. Com investimento de R$ 4 mil, três mil caminhoneiros e seus familiares foram conscientizados.